• Galileo Kids

Seja bem-vinda curiosidade!


A curiosidade é algo inato na criança e deve ser potencializada, uma vez que a curiosidade é o primeiro passo para o aprendizado.


Crianças possuem um instinto de curiosidade admirável e surpreendente diante das coisas pequenas e dos detalhes cotidianos. Esse instinto da criança a leva a descobrir o mundo, essa motivação vem de dentro, está internalizada em cada criança. Nosso papel diante desse processo natural é acompanhar a criança, proporcionando a mesma um ambiente favorável para o descobrimento.


Crianças não precisam de mais estímulos externos. Os estímulos excessivos anulam a capacidade da criança, façam com que percam a o olhar para as coisas simples que a infância traz. Quanto mais estimulamos as crianças, mais elas se tornam dependentes desse estímulo, mais elas perdem o encanto pelas coisas belas da vida, mais perdem a curiosidade.


Tomás de Aquino disse: “A admiração é o desejo do conhecimento”. Precisamos deixar fluir essa admiração. Admiração pelos fenômenos naturais, pelas coisas do cotidiano, pelas insignificâncias do mundo retratadas tão sabiamente por Manoel de Barros.


Nosso papel, como pessoas grandes que um dia foram crianças mas nem sempre se lembram disso como, dizia o Pequeno Príncipe, é acolher os questionamentos que a curiosidade traz e transforma-los em novos questionamentos para formulação de novas hipóteses. É promover espaços que acolhedores. Espaços potentes, livres de respostas prontas, prontos para a curiosidade que provoca o interesse, o interesse que provoca o aprendizado. Espaços que são realmente admiráveis.


Por Mariana Placidino - Professora na Galileo kids